NovAmérica

Faça a Diferença

Cinco anos de arte em couro associada a minha sobriedade

Filtros e o Meio Ambiente Cintos, bainhas de celulares, canivetes, facas, porta latinhas com isopor encapado em couro, traias de montaria em geral e quadros com os mais diversos temas são alguns dos produtos que faço. De "mamando a caducando", as pessoas que compram minha arte são as mais variadas, basta gostar de artefatos em couro, mas os maiores compradores são os meus amigos, cowboys, evangélicos com as capas de bíblias e para pessoas que pensam em dar um presente personalizado.

Tenho 36 anos e não seria justo comigo se eu, talvez por vergonha ou orgulho, deixasse de publicar que em razão de uma pessoa e uma arte, consegui me libertar de um vício que poucos dão importância, mas é um grande devastador da sociedade e da família, o alcoolismo. Minha esposa Simone de tanto sofrer comigo naquela situação conseguiu com que eu fizesse um tratamento de 30 dias. Com muita fé abracei este desafio e em 15 dias sem consumir nenhum tipo de bebida alcoólica, nunca me senti tão bem, nem precisei tomar o restante dos remédios.

A arte que desenvolvo é conhecida como carving e stamping, nao encontrado em nossa linguagem mais conhecido como entalhe em couro. Me criei na lida com o gado, o bom peão gosta de uma boa traia, e com muito prazer comecei a fazer sem instrução, desmanchando e copiando fui aperfeiçoando meu serviço, assim fui adquirindo meus primeiros clientes ainda menino.

Alguns peões mais velhos, repassaram algumas técnicas, mas a maioria deles, diz que para ficar bom tem que aprender sozinho. Apesar de achar um pouco de ignorância acho que valeu a pena, pois sou uma das referencias regionais na área de entalhe. E quando fico um tempo sem fazer alguma coisa sinto muita falta.

Uma das melhores coisas neste meu trabalho, sem dúvida, é o reconhecimento do cliente, pela satisfação expressada em seus olhos no ato do recebimento da encomenda. Por isso, recentemente fiz o curso de seleiro e estou aguardando o término da obra que comporte uma selaria. Quero fabricar uma novidade no mercado de selas entalhadas e personalizadas.

Outras habilidades
Tive a experiência de pertencer a uma das organizações mais respeitadas no mundo. Com 19 anos ingressei no Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Paraná, onde me especializei na área de trauma em emergências (conhecido aqui como resgate) onde fui condecorado e homenageado várias vezes pelo bom exercício da profissão. Sempre fui escalado em um dos seis quartéis da cidade que mais atendia ocorrências, depois de oito anos de carreira por infelicidade do destino ou talvez pelo próprio destino já traçado pedi baixa e retornei para a região .
CPF Inválido
Endereço não encontrado para o CEP