NovAmérica

Faça a Diferença

Criar + Atividade - Tomada de força

Filtros e o Meio Ambiente Os caminhões tanque possuem um problema sério com uma peça chamada "tomada de força". Quando aciona-se a bomba do tanque de água, a ligação é feita rapidamente e de uma só vez ocasionando quebra ou algum problema elétrico que, posteriormente, pode gerar mais transtornos e custos para a empresa. Então, houve a necessidade de criar um aparelho ou dispositivo para retardar esse acionamento.

O eletricista, Lionel Severo de Santana, 29 anos, aceitou o desafio proposto e resolveu pesquisar alternativas até encontrar a solução. Ele desenvolveu um dispositivo que evita a quebra da peça "tomada de força" ligada diretamente ao câmbio. Após ter apresentado a criação e colocado em prática, houve a solicitação de mais unidades para a instalação nos demais caminhões.

"Estamos com um projeto de fazer em mais quatro caminhões de outra área, o primeiro foi para a área de herbicida e agora será para o transporte. Antes uma quebra simples deixava o caminhão parado por um dia ou, quando mais grave, por uma semana e o custo considerado era de tempo parado do caminhão, mão-de-obra e peças que, às vezes, tínhamos que buscar na cidade vizinha", explicou.

O dispositivo tem um custo total de R$75. Enquanto para trocar a "tomada de força" gastamos cerca de R$380 e, caso o câmbio seja quebrado temos que gastar R$20 mil.

Lionel Severo de Santana
Eletricista
Manutenção Automática
8 anos de NovAmérica
Unidade Tarumã/SP
CPF Inválido
Endereço não encontrado para o CEP